sexta-feira, 30 de novembro de 2012

37, e ainda é primavera.


Todo ano escrevo alguma coisa especifica sobre meu aniversário.
Faço anos, já os fiz antes e continuarei fazendo.
Não há nada novo para ser dito sobre isto.
Para quem tem a primavera como berço todo o resto fica pequeno.
Nascer na primavera é poder completa-las eternamente.
É gostar de cada ruga e só não aprovar os cabelos brancos.
Nascer na primavera é permitir-se reaprender a viver.
Feliz dia para mim

Um comentário:

Izabele Simil disse...

Eliana, não houve uma só palavra nesta postagem, que eu não tenha me identificado, rs
Você escreve muito bem e consegue expressar com clareza as suas ideias. Com seu blog pude perceber que tudo o que eu disse já foi dito por alguém!
Também acredito que as pessoas devem ser livres, que a sociedade poderia ser mais igualitária. Eu me esforço para ser um ser humano melhor e as vezes me decepciono comigo mesma quando tenho atitudes que eu mesma as reprovo.
Enfim, temos muitas ideias parecidas e espero podermos trocá-las pessoalmente!
Meus parabéns pelo blog! Um forte abraço!!!

Postagens populares